terça-feira, 23 de fevereiro de 2016

Melhores TMJ 2015: Melhor Casal


Chegamos à penúltima categoria - o melhor casal! Qual será?

Resenha: A Brigada dos Ossos Cruzados - 2 anos do blog

Parabéns, Espaço Mauricio de Sousa! =D


Sim, o blog completou dois anos de existência (ele foi criado em 5 de fevereiro de 2014). Assim, hoje vamos fazer uma resenha especial sobre a saga A Brigada dos Ossos Cruzados (edições 65 e 66 da TMJ), escrita pela Petra Leão.

Ain, mas por que A Brigada dos Ossos Cruzados? Bom, porque o primeiro post do blog foi a resenha da edição 66, que é a segunda parte da saga. Ué, não foi aquele post de apresentação? Não, aquele eu devo ter postado no ano passado e depois programado pro dia da criação do blog =v

Enfim, vamos começar? A ed. começa com um trabalho da Mônica e do Cebola, algo que eu particularmente gosto de ver na TMJ, escola, trabalhos e tal. E ainda mais servindo como prólogo para uma ótima aventura!

"Pena de quem ficar com o seu [cérebro, Cascão]! Vai passar fome!"
- MELHOR PESSOA, Magali

E é por isso que eu ainda confio que não vão juntar Cagali pior casal, que nunca façam isso, por favor. Magaquim e Cascudão são os melhores casais da vida! <3 :3

Depois vem mais do eterno mimimi da Mônica e do Cebola, coisa frequente nessa época... Ainda bem que era a última edição com esse mimimi! \o/\o/\o/\o/\o/ A ed. 67 foi meio nula, com a péssima ideia de talvez juntar Magali e Cascão (ainda bem que não ficaram juntos), e aí não teve muito de Mônica e Cebola. Na 68, o mimimi enfim teve fim com o namoro de Mô e DC.

E no flashback da Xabéu tivemos a indicação de que o Astronauta gosta dela. Eu prefiro muito mais Xabéu e Zé Luís, e Astronauta e o pano de chão, mas que seja.

E o burro do Cascão manda todo mundo pro espaço. PARABÉNS, Cascão (se bem que se não fosse isso eles não teriam impedido a Coração Negro Cabeleira Negra, né?).

E a lei do mais forte acaba se virando contra o Skulk quando a Mônica aparece. Eu particularmente (só falo isso, "eu particularmente" XD) gosto quando eles mostram as características inverossímeis da Turma quando criança (superfome da Magali, superforça da Mônica e tal), porque aí estabelece uma "comunicação" entre as Turmas Jovem e clássica.

A segunda parte... que ótima edição! Mônica morrendo, Cebola provando seu amor (ou não), muito legal... E sim, resumi a segunda ed. por dois motivos: a) já fiz a resenha da 66 b) eu ia fazer esse post pra postar em 5/2, mas atrasou e só me lembrei disso hoje, aí quis postar o mais rápido possível :v