sábado, 16 de janeiro de 2016

Turma da Mônica e o "politicamente correto"

Desde 1998, mais ou menos, as histórias da Turminha vêm com um ingrediente a mais - o tal do politicamente correto. Ou seja, os roteiristas agora devem produzir histórias com lições; os personagens não devem fazer coisas erradas e tal...

E é exatamente por isso que as histórias da Coleção Histórica - cancelada recentemente - são infinitamente melhores que as atuais. Sério, antes as histórias não se prendiam ao politicamente correto e isso as deixava muito boas. Por exemplo, atualmente quase não temos histórias de Magali super faminta, Mônica super forte, Cebolinha super chato, Cascão super fedido, Chico Bento super preguiçoso e tal... Agora todos são "perfeitinhos" (exceto na TMJ, mas aí já é outro assunto).

Pra você ter uma ideia, alteram coisas nos almanaques, e essa foi a alteração mais ridícula que eu já vi :P
Claro que o politicamente correto tem seu lado bom, como não colocar preconceito nas histórias, mas esse outro lado do qual eu falo é realmente uma coisa chata. As crianças não aprenderiam muito mais se vissem um personagem cometendo um erro e se desse mal no final?

E é isso que eu critico, agora os personagens são "perfeitinhos" demais (Marina mode on), muitos perderam sua personalidade... Depois do reboot das revistas, Magali só teve histórias de contos de fadas, bruxas e/ou lendas, praticamente nenhuma relacionada à comida (pelo menos não tivemos histórias centralizadas no Mingau, eu odeio aquele gato :v). E o Cascão? Praticamente sem nenhuma história relacionada à sujeira, o Cebolinha poucos planos infalíveis, a Mônica com pouca super-força e mais controlada, o Chico Bento um aluno exemplar WHAT?...

Bom, essa é a minha crítica. Nos vemos nos "melhores do ano passado", ok? ;)