quinta-feira, 5 de fevereiro de 2015

Magali 500


Uma edição fraca. Assim que eu defino "Magali 500", publicada agora em Janeiro. Ficou mais ou menos no mesmo nível do Cebolinha, mas o dele ficou melhor. Realmente, só UMA história comemorativa em TODA A REVISTA? E o que era aquilo? A Bruxa Viviane ajudando a fazer o antídoto para uma maldade? E a Jumenta Voadora? Primeiro: ela NUNCA apareceu em um gibi da Magali; Segundo: ela é IMAGINAÇÃO da Mônica, Denise e Magali, como a Viviane poderia vê-la? E nem teve frontispício, né?

Bom, tudo começou com a Magali falando pro Dudu das 500 edições. Foi até legalzinho, mas a piada já foi usada até em "Mônica 500"... Depois, todos parabenizaram a comilona, e a Bruxa Viviane apareceu. Essa parte até foi boa, mas começou a desandar na parte que a Viviane aceita fazer o antídoto. Por quê? Uma bruxa desfazendo maldade? Podiam ter colocado uma fada, como a bruxa que virou fada em Magalicleta (Magali 99, 1993), sei lá. E SEM a Jumenta Voadora (depois da UMBRA eu fiquei com medo dela #sqn).

Aí, a Magali ia buscar os ingredientes. Primeiro o queijo lunar de A Menina e a Lua (Magali 1, 1989), ok. Depois, o bolo de O Rolo do Bolo (Magali 8, 1989); alguma comida, e a Magali aparecer na frente da mesa de Põe-te Mesa (Magali 9, 1989), pegando o ingrediente; Os Pirulitos do Tio Teleco (Magali 23, 1990); O Ingrediente Secreto (Magali 63, 1991), com a Magali contra o Seu Paçoca; Os Biscoitos da Verdade (Magali 105, 1993); algo que a Magali comeu (ou o Pantagruaco) em Robocome I (Magali 132, 1994); Caqui, agora! (Magali 179, 1996); pirão de peixe de Lalá, a Lagosta (Magali 194, 1996); os pães de queijo de O Trauma dos Pães de Queijo (Magali 232, 1998); O Escargot (Magali 285, 2000); a vela de Pedido de Aniversário (Magali 336, 2002); o sanduíche de presunto de Sanduíche de presunto?! Eu quero vinte cópias! (Magali 381, 2005); algo de As férias dos 6 gatinhos (Magali 402, 2006); os sacolés de O Festival do Tomate Verde (Magali 2, 2007); a macarronada de S.O.S. Macarronada (Magali 43, 2010); A Receita Secreta (Magali 71, 2012); e a ração do Mingau de Sombrinhas do Passado (Magali 92, 2014). Dezoito ingredientes.

Aí no fim, aconteceria tudo mais ou menos como houve, só tirando a Jumenta e trocamos a Viviane pela fada da Magali 99.

E sobrariam algumas páginas. Seria uma história com a Magali recebendo a notícia que perdeu o gibi e fazendo outra greve de fome, como a que ela fez pra ter gibi. E aí teria a tirinha, e fim.

Anyway, como não posso mudar o gibi... dou uma nota 6.

(aliás, é aniversário de um ano do blog =D)