domingo, 29 de março de 2015

Curiosidade: Cajado da Lua

Oi, gentem! Mais uma curiosidade retirada do Facebook do roteiristo mais amado do Brasil! o/ #Emersombrios

"Você sabia que...

... o Cajado da Lua já apareceu em 3 ocasiões diferentes?

A primeira vez que vimos o Cajado da Lua, foi numa edição especial de Natal (de Dezembro de 2010), que eu escrevi, chamada “O Segredo do Papai Noel!”. Nessa história, quem carregava o cajado era a Bruxa Viviane.


A segunda vez que ele apareceu, foi na TMJ 63 “Dia das Bruxas” (de Outubro de 2013). Quem estava com o cajado dessa vez era a Magali, e ela dizia que tinha achado ele, junto com a “fantasia” de bruxa, num velho baú da Tia Nena.

E a terceira vez que vimos o cajado, foi na TMJ 79 “Sombras do Futuro” (de Fevereiro de 2015). Ele aparece nas mãos de uma das três bruxas misteriosas, enquanto o Xavecão contava a história da antiga linhagem de bruxas da família da Magali...

O que isso quer dizer?

Mistéééério :v"

O Cebola é um vilão?

Fonte: TMJ do Meu Jeito

Sabe... Ultimamente tenho visto muitos leitores reclamando que estão transformando o Cebola em vilão, colocando-o como um canalha, cafajeste, etc. Será? Bem... Primeiro vamos a algumas definições. O que é um vilão?

Em filmes, livros, HQ’s, desenhos, séries e similares, o vilão é aquela pessoa do mal que faz de tudo para acabar com o herói e destruir/dominar o mundo e similares. Claro que não há uma única definição porque existem vários tipos de vilões nas histórias. Por isso, vamos nos voltar somente para o mundo da TMJ porque no geral é meio difícil definir os vilões, que podem ser bem complexos. São muitas variações que não caberiam aqui.

Na TMJ, o vilão geralmente é a pessoa que tem um objetivo e para atingir esse objetivo, é capaz de fazer qualquer coisa sem nenhum princípio ético. Um exemplo é a Cabeleira Negra que estava com o mal do espaço e para conseguir a cura, ela estava devastando e saqueando planetas com grande ferocidade, inclusive massacrando seus habitantes.

No Chico Moço, tivemos o Dr. Spam que queria construir seu ideal de mundo perfeito, mas para isso pretendia fazer tipo uma lavagem cerebral nas pessoas para torná-las suas escravas. Outro exemplo é a Bruxa Viviane que para “ajudar” sua filha, quase roubou as características principais dos quatro.

Em alguns momentos, o vilão age pensando estar fazendo o certo, como o Dr. Tenma que na ed. 44 sem querer se aliou ao bandido porque achava que tudo seria melhor se usassem suas invenções no lugar de pessoas. Mas tem aqueles que são conscientes do que fazem como o Capitão Feio. Ele é mau, sabe que é mau e sente prazer em ser mau. Com Agnes e Penha é a mesma coisa.

Também tem a Berenice, talvez o vilão mais simpático que apareceu na TMJ porque parecia uma doce velhinha e depois mostrou que só queria mesmo destruir o mundo. Ela é um exemplo de pessoa boa que passou por uma grande dor/perda e acabou descambando para o lado negro da força.

Com tudo isso, o que podemos concluir? Na TMJ o vilão tem interesses e para atingi-los é capaz de fazer qualquer coisa sem nenhum tipo de ética, empatia pelas pessoas e respeito as leis. No geral, ele não se importa como seus atos podem afetar as outras pessoas e o planeta. Não importa se poderá ferir, prejudicar ou magoar as outras pessoas.

Qual o sentido dessa explicação? Fazer uma pergunta: baseado em tudo o que foi dito, vocês realmente acham que a MSP está transformando o Cebola em vilão?

“Ain, mas ele pisou muito na bola com a Mônica!”

Isso não o torna um vilão. Pode torná-lo um idiota, cretino, zé ruela, mas vilão nunca.

“Ain, mas ele dava de cima das outras garotas!”

O Titi mais ainda e nem por isso os leitores o vêem como vilão.

Eu não estou querendo defender o Cebola, mas acontece que diferente da maioria dos vilões, ele fazia as besteiras sem intenção de magoar ou ferir. No caso de Umbra, se ele soubesse que tudo aquilo poderia acontecer, não teria feito aquela viagem. Um vilão faria de qualquer jeito sem pensar nos outros. E diferente dos vilões, era capaz de reconhecer seus erros e assumir sua culpa.

E quando seu relacionamento com a Mônica foi para o vinagre, ele enxergou seus erros (muito facilmente até) e assumiu a responsabilidade por eles. Ele realmente se arrependeu do que fez, reconheceu que Mônica tinha razão em ter acabado tudo e ficado com o DC. Se o Cebola fosse mesmo um vilão, estaria planejando uma forma de se vingar dela e isso não está acontecendo, muito pelo contrário. Tudo o que ele quer é recuperar sua confiança e reatar. Um vilão também não faria isso.

“Ain, mas estão mudando a personalidade do Cebola!”

Não. Desde os gibis o Cebola é aquele moleque sem noção que vivia fazendo planos para derrotar/humilhar a Mônica e se tornar dono da rua. Ele sempre entrava em conflito com ela. Então não faz sentido esperar que esses conflitos tenham sido resolvidos só porque ele cresceu.

Por não ter superado esse passado, ele foi o que menos amadureceu entre os quatro. Magali aprendeu a se controlar com a comida, Cascão resolveu a tomar banho e até Mônica passou a controlar melhor seu temperamento para não sair dando sopapo em todo mundo que a contrariava. Já ele apenas parou com os xingamentos, planos e pichações nos muros. Mas tirando isso, ele ainda provocava, alfinetava e também pisava na bola várias vezes. Totalmente normal considerando o passado dele.

Estranho seria se ele aparecesse totalmente amadurecido, sensato, bonzinho e perfeito sem nenhum tipo de explicação.

Também tem outra coisa: Grande parte dos gibis era centrada no conflito entre os dois, planos e coelhadas. Quando resolveram fazer a TMJ, eles tiveram que levar esse conflito para a versão jovem, mas sem os insultos e sopapos. Ainda assim, tinha que ter conflito, problemas, drama, questões mal resolvidas.

E como nos gibis os conflitos partem do Cebolinha na maior parte das vezes, então eles quiseram fazer o mesmo na TMJ. Seria muito estranho se, de uma hora para outra, eles transformassem a Mônica na parte problemática da relação sendo que nos gibis ela sempre esteve numa boa com ele (mas o contrário não era verdadeiro).

Ah, claro, tem a parte de Umbra onde falam que ele é ganancioso, manipulador, etc. e por isso atraiu a Menina do Lago. Mas isso também não o torna um vilão. Se defeitos e falhas transformassem a pessoa em vilã, então a Mônica também seria uma.

É bom lembrar que o Cebolinha dos gibis queria se tornar dono da rua e para isso fazia planos para derrotar a Mônica, algumas vezes humilhá-la (porque não basta apenas vencer, o outro tem que perder) e sempre envolvia os outros garotos nesses planos sem pensar que todos podiam apanhar no final. Mas como ele conseguia instigar os garotos a persegui-la e fazer planos? Se pensarmos bem, não há razões para garotos como Franja e Titi aprontarem com ela. O mesmo acontece com o Xaveco e o Cascão. Se eles tomavam parte dos planos, era porque o Cebolinha dava um jeito de manipulá-los, talvez com a conversa de que a rua seria melhor se ele fosse o dono. Alguma coisa familiar?

“Ain, mas ele ficou muito malvado depois que colocou a máscara!”

Sim. Mônica, Cascão e até a Magali também ficaram. As mascaras da Berenice parecem tirar a humanidade da vítima e quaisquer sentimentos que elas possam ter pelas outras pessoas. Só que diferente dos quatro, a máscara do Cebola ampliou sua inteligência de tal forma que o tornou capaz de questionar o comando da Jumenta. Afinal, alguém que quer ser um líder e dominar o mundo jamais aceitará ser um mero seguidor. E sem nenhum tipo de consciência, remorso ou empatia pelas pessoas, seu lado ganancioso falou mais alto. Simples assim.

O Cebola tem um lado negro e na saga dos monstros do ID isso ficou bem claro quando Soranin falou que ele tinha muito mais maldades em seu passado do que a Mônica. Ele mesmo reconheceu que nunca foi santo.

Mas ele também tem um lado bom e que ao longo dos anos foi se sobressaindo. Apesar de tudo ele é boa pessoa, preocupa com os outros e quer ajudar. Em muitas edições ele mostrou que é capaz de pensar nos outros, ter empatia e consideração. Um vilão não faria tal coisa e caso fizesse, seria visando somente o próprio interesse.

E finalmente, a Petra já falou que ele está passando por um processo de amadurecimento. Geralmente as pessoas não amadurecem da noite para o dia. Leva tempo, costuma ser sofrido, com muitos tropeços e recaídas. Pelo menos ele já saiu da fase “canalha”. Bom... pelo menos eu espero, né...

Por tudo o que falei, minha opinião é simples: ele não está sendo vilanizado. Mostrar os defeitos de uma pessoa por si só não quer dizer que ela está sendo apontada como vilã. Ele é protagonista, faz parte dos quatro principais. Mesmo que cometa erros e seja mostrado como um babaca, ele dificilmente será um vilão de fato.

Talvez ele possa ser visto como um anti-herói, não sei. Mas vilão com certeza não é.

E se formos pensar bem, esse personagem está sendo até mais trabalhado do que a Mônica. Estão explorando mais a personalidade dele, dando profundidade e complexidade. O que a Mônica do futuro já fez? Camarão na moranga. O que o Cebola do futuro fez? Pois é. Bem ou mal, ele mostra ter mais impacto no futuro do que a própria Mônica. Estão explorando a personalidade dele mais do que a dela. Medos, conflitos, defeitos, sonhos, angustias... é um personagem que está percorrendo um caminho para melhorar e progredir. Um caminho cheio de erros e tropeços, mas também tem progressos e avanços. Nem a Mônica está recebendo essa atenção.

domingo, 22 de março de 2015

Curiosidade: Ximbuca na TMJ #79

Sim, pessoas. A cada semana eu vou botar duas curiosidades sobre a supersaga Fim do Mundo, escrita pelo Emerson Abreu. As curiosidades são retiradas do Facebook do roteirista.

"Você sabia que...

... o cachorrinho que aparece no quadro da pág 32 de “Sombras do Futuro” é o Ximbuca? :v

Ximbuca é o poodle da Vó do Xaveco. Ela deu o cachorrinho pra ele na história “Ximbuca, O Cachorro do Xaveco” que eu escrevi pra edição Turma da Mônica n°52 (abril de 2011) porque ela já tava muito velhinha e não conseguia tomar conta dele direito.

Ximbuca é um cachorro velho e estressado, cheio de manias... uma delas é montar coisas com Lego... outra, é usar as coisas que ele monta com lego pra tentar matar toda a turma. O bicho é ruim mesmo, é o cão [...] [chupando] manga [...]...



Mas... [...] [por que] ele nunca apareceu na TMJ? Será que ele é o gênio maligno por trás dos cavalos do Apocalipse? Será que ele é, na realidade, a Serpente que vai destruir o mundo?? O_O

Não. Ele não apareceu [...] [porque] ele morreu mesmo. O bicho já era velho na época da turma clássica, é óbvio [...] [que] ele não apareceria vivo na TMJ ಠ_ಠ
Ok, ele morreu... mas e se o espírito dele estiver em UMBRA esse tempo todo? Sem descanso... odiando... planejando... e ainda querendo matar toda a turminha? :v

Mistééério :v"

terça-feira, 10 de março de 2015

Crítica - o namoro de Mônica e DC

Eu já fiz uma crítica assim, mas vou expressar de novo minhas opiniões porque bastante coisa já mudou. Por onde começar? Pelo começo de toda essa história: a edição #34 "Quer namorar comigo?".

Nessa edição, Cebola disse que só ia namorar com a Mônica quando tivesse a derrotado. Quando ele falou isso pro Cascão, eu fiquei sem entender. Tipo... por quê? Bom, mas aí vai e o plano da Mônica dá certo. Eles começam a namorar. Eu fiquei tipo: "por que eu só comecei a comprar TMJ agora?" (a edição 34 foi minha primeira edição da TMJ). Foi linda a cena! \o/

Bom, só que depois eles terminam o namoro por culpa do chato do Do Contra!! ò_Ó
Nessa época eu tinha vontade de matá-lo... Bom, uma hora ou outra o Cebola ia descobrir, mas precisava estragar um namoro tão lindo? Aí, o Cebola diz pra Mônica que queria derrotá-la pra se sentir à altura dela. Isso, pra mim, não foi mancada... Claro que ele não precisava fazer isso, mas queria se sentir à altura dela. Quanto ao DC, "agora a coisa vai ficar mais interessante"... Tipo: DC, a Mônica é um prêmio ou uma pessoa? O_O



Na edição 35, ele queria ter o gosto de poder agir como se estivesse namorando com a Mônica sem ela saber e sem precisar namorar com ela. Isso só mostrou que ele é super apaixonado e que também não queria deixar de cumprir a promessa! Mas foi meio tolinho... a Mônica achou que era outro cara... Por mim, deixava ela na dúvida.

Na edição 36, ele cometeu várias mancadas, mas... Realmente? Ele só fez tudo aquilo porque ama a Mônica. Ele queria vê-la brilhar, com todos os efeitos e tal, que nem percebeu se ela queria tudo aquilo mesmo.

Na edição 37, a gente vê que, sem a Mônica, o Cebola é vazio. Claro, não tinha desculpa pra todas aquelas atitudes (e eu nem entendi porque ele tinha virado o dono da rua e todo mundo respeitava ele como um chefe), mas mostrou que ele se sentia vazio. Além do mais, nem era "ele". Era... "ele".

Na edição 39, "ele paquerou a Bianca". ONDE, QUANDO E COMO? Só se eu não li o mesmo gibi que o resto do mundo... quem paquerava era a Bianca, não ele. E ainda fez questão de, antes de morrer (ele ia morrer se não fosse a Mônica), pedir desculpas por não tê-la derrotado até aquele momento.

Na edição 40, ele fez tanto que imaginou a peça da Rainha como se fosse a Mônica, e se sacrificou por ela (é impressão minha ou todo mundo quer matar o Cebola? Emerson, Petra, e agora o Cassaro...). Por uma Mônica feita da imaginação dele. Porque, pra ele, era a Mônica.

Na edição 42, ele não quis lutar com o Predador Supremo Quim porque AMAVA a Mônica e NÃO QUERIA lutar com ela.

Na edição 43, tudo começa. Cebola começa a ficar chato, fazendo Mô e Safiri lutarem.

Depois de várias mancadas (Cebolônicos* que me desculpem, mas ele deu mancadas, sim), Mônica decidiu largar o Cê e ficar com o DC. Sou Cebônico (não Cebolônico, que é um termo que eu inventei e seu significado tá lá embaixo), mas digo: uma das coisas mais sensatas e espertas que a Mônica fez foi largar o Cebola e ficar com o DC. Sim, foi. Seja quem for que estivesse no lugar da Mônica, perceberia isso.

Na edição 69, mais uma mancada: "EU NÃO LIGO". Mônica largou de vez o Cebola pra ficar com o DC, e aí o Cebola percebe que... acabou pra ele. Sim, acabou. [NOTA: Eu sei que Mônica e Cebola vão voltar, o Mauricio até disse "Aguarde" pra um fã que disse estar esperando o retorno deles, mas Mônica, Cebola e DC NÃO SABEM DISSO]

Bom... Acho que, depois da edição 71, ele aprendeu. Depois da edição 76, mais ainda. E depois da 77 (mesmo que ele não tenha dado mancada nenhuma nessa edição, ele viu que seus erros tinham sido tão magoantes para a Mônica que ela achou que ele tinha sido o culpado pelo Bioninja), mais ainda.

Então... Acho que ainda esse ano Mônica e DC terminam, provavelmente depois da história de Dia das Bruxas do Emerson (que eu acho que vai ser a da volta da Penha, a Temida, o Cavalo Vermelho da Guerra). Na edição seguinte (ou na mesma edição do término de Docônica), Mônica e Cebola têm uma conversa franca e decidem ficar amigos, e, caso pinte um "climinha" no futuro, eles voltem a namorar.

Aí, na edição #100, em uma história do Flávio, a turma tem que enfrentar um vilão e viver uma grande aventura (com a participação do Chico Moço), para que, no fim, em uma parte à lá edição #4, Mônica e Cebola se beijem E VOLTEM A NAMORAR NESSE MESMO INSTANTE!!!

Aí, as histórias continuavam sem dar atenção ao namoro de Mô e Cê, só lembrar que eles estão namorando vez ou outra, e partir pra histórias de aventura, terror, cotidiano e tals! Ah, e quem sabe o DC arranja outra namorada...

*Cebolônicos: pessoas que não aceitam os defeitos do Cebola, dizem que ele é perfeito e que merecia ficar com a Mônica mesmo fazendo tudo aquilo que ele fazia.

Recomendo: Dos Quadrinhos à Vida Real

Fonte: TMJ Melhores

Pessoal, tem uma página no facebook que eu super recomendo, chama-se "Dos quadrinhos à vida real". (clique aqui para visitar)

Aparentemente, a mente brilhante que teve a ideia de criar esta página, recortou imagens dos personagens nos gibis da turminha e faz lindas fotos com elas, como podem conferir na imagem aí em baixo. O trabalho realizado por esta garota é simples, mas incrivelmente bonito e simbólico (pelo menos é o que eu acho).

Eu só não descobri ainda o nome da responsável pela página, mas o trabalho dela me encantou (deu pra perceber depois de tantos elogios, né?) Enfim, curtam a página que, se você curte a turma clássica, não vai se arrepender. #Recomendo

Confira algumas imagens retiradas da página:

quinta-feira, 5 de março de 2015

Reabertura do Parque da Mônica

O Parque da Mônica reabrirá provavelmente ainda esse ano, no Shopping SP Market, ocupando o espaço do "mundo da Xuxa".

A notícia é do Facebook da Turma da Mônica, continue acompanhando para saber mais notícias! :D

terça-feira, 3 de março de 2015

Saga "Sombras do Futuro": melhor história da TMJ!

Quando li a TMJ #78 "Férias na Praia" (ou se preferirem "Sombras do Futuro - Parte 1"), achei que essa saga tinha potencial para ser a melhor história da TMJ, mas ainda não tinha certeza, por não ter ainda a segunda parte. Sei lá, preferi esperar. Ao contrário de "UMBRA", que só em uma parte percebi que era a melhor da TMJ.


Hoje, li na biblioteca da escola (que assina a TMJ) a edição #79 "Sombras do Futuro - Parte 2", mas foi uma coisa rápida, sem ficar atento aos detalhes. Mas posso dizer que AMEI a edição, teve até citações a Vanda, Valéria e Ramona (que apareceram na saga "O Aniversário da Marina"). Fiquei muito surpreso, gente, essa edição deixou mais dúvidas do que eu tinha antes!!

Quanto ao "da...", ninguém imaginou, eu tenho certeza! Nem tentem fazer teorias, sério! E a Denise do futuro? Me surpreendi com a participação dela (sem ser em flashback)!

Vou parar aqui pra não soltar nenhum spoiler. :x

Mas cuidado... a Serpente está voltando...